JOHN HURT MORREU

john_hurt_kings_head_theatre_islington_1970s

Era impossível ficar indiferente quando John Hurt estava em cena. Mesmo o filme sendo medíocre, sua presença elevava a qualidade da produção. Ator prolífico, com um corpo esguio, rosto delicado e sua voz marcante, ele sabia como poucos mostrar fragilidade e ameaça. Pra mim, sua grande atuação foi o John Merrick, de O Homem de Elefante. A mais icônica, claro, o Kane, de Alien. A última que mais me impressionou foi no papel de Control, em O Espião Que Sabia Demais. Ele morreu, mas ainda vamos vê-lo em alguns filmes que estão sendo finalizados. E ele estava filmando uma produção de Joe Wright, em que Gary Oldman faz Churchill. Hurt não tinha preconceitos na hora de aceitar um papel, fosse um personagem de Shakespeare no palco ou a dublagem de uma animação de fantasia. Além de ser respeitado como ator, ele era uma pessoa muito querida, conhecido por seu humor e humildade. Abaixo estão suas atuações de que mais gosto:

Max, em O Expresso da Meia-Noite (1978)

file

Kane, em Alien (1979)

john-hurt-as-kane-in-alien-1979-1024x576

John Merrick, em O Homem Elefante (1980)

john-hurt-as-the-elephant-014

Braddock, em The Hit (1984)

6a00e5523026f5883401156f32849d970c-800wi

Wiston Smith, em 1984 (1984)

1984

S. R. Hadden, em Contato (1997)

08_contact_s_r_hadden

O narrador em Dogville (2003)

aux2xv01vtax9rkdgylk3edpn16

Control, em O Espião Que Sabia Demais (2011)

johnhurt

O Doutor da Guerra, em Doctor Who (2013)

the_doctors_and_the_moment

Anúncios

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s