POR QUE NÃO VEREI O OSCAR

RTEmagicC_Chris.jpg

Na verdade, já faz alguns anos que não ligo para a cerimônia do Oscar. Fico satisfeito em ver a lista dos ganhadores na manhã seguinte, em algum site. Não quero perder mais meu tempo vendo um espetáculo geralmente arrastado,mal-escrito e dirigido, apesar de todo o luxo e o desfile de astros; muitos claramente desconfortáveis por estar ali, no palco ou na plateia. A graça era ver as reações e piadas fora do roteiro e um ou outro belo momento. Mas eram migalhas em um show tão longo.

O prêmio perdeu prestígio nessa era digital, de fácil acesso a informação e fácil produção de conteúdo.  Mas muita gente de Hollywood faz questão de marcar presença na cerimônia. Para a indústria de cinema, o jornalismo de entretenimento e uma parcela considerável dos compradores de ingressos pelo mundo, o Oscar ainda é importante. É uma maneira tradicional e lucrativa de promover filmes, uma fonte abundante de buzz e uma referência reconhecível, um selo de qualidade, para o grande público.

Um ator ser indicado ao prêmio pode significar um upgrade decisivo na carreira, melhores oportunidades de trabalho, com diretores e produtores de prestígio, cachês mais gordos. Ganhar um Oscar pode significar as portas do céu do estrelato, do protagonismo em grandes produções. A vaca no pasto viraria então filé-mignon.

Mas, em 2016, eu abriria uma exceção. Eu estava disposto a ver a cerimônia por um motivo: Chris Rock. Quando seu nome foi anunciado como apresentador, abri o maior sorriso. Adoro o cara. Não o astro de cinema, mas o comediante. Odeio quase todos os seus filmes, mas adoro seus shows de comédia. No cinema, Chris Rock é apenas um palhaço abusado. No palco, ele é um devastador comentarista social e político. Herdeiro direto de um gênio, Richard Pryor. Eu sabia que o Chris Rock do Oscar seria uma versão mais light dos palcos. De qualquer maneira, seria curioso ver seu humor ácido num ambiente tão quadrado e branco, agindo como um verdadeiro penetra.

Então as indicações foram anunciadas e a polêmica começou. Apenas atrizes e atores brancos foram indicados. Pior, dos indicados em todas as categorias, principalmente, nas de maior destaque, a maioria é de homens brancos. Segundo a Variety, dos 23 produtores indicados a melhor filme, sete são mulheres. Dos 17 roteiristas indicados, quatro são mulheres e não há nenhum representante de minorias. Um dos filmes mais fantásticos de 2015, Creed, teve apenas uma indicação, para Sylvester Stallone, deixando de fora o diretor e roteirista negro Ryan Coogler, que fez um dos mais intensos e criativos trabalhos dos últimos anos.

E aí está o verdadeiro problema. Os atores e diretores negros fizeram maior barulho contra o Oscar deste ano, com toda a razão, e algumas vozes latinas também, mas a falta de diversidade como um todo no prêmio é um reflexo da falta de diversidade nas produções americanas em geral, apesar do discurso de se abraçar talentos do mundo inteiro. Claro que houve um enorme avanço na última década, com atrizes negras protagonizando séries de TV de sucesso e atores indianos e asiáticos ganhando papéis de destaque, sem estereótipos, também na TV e em serviços de streaming. Mesmo assim, mesmo com o surgimento da chamada era de ouro da televisão, a grande maioria dos diretores, roteiristas e produtores é branca. No cinema, nos blockbusters, onde o dinheiro de verdade está, a diversidade é ainda menor, seja de cor, gênero, orientação sexual ou qualquer outra. Os verdadeiros donos da bola geralmente estão nos bastidores.

Fazer mudanças internas para tornar a Academia mais sintonizada como os novos tempos é louvável, mas não resolve o problema. Isso é apenas estancar a ferida, não é tratar a doença.

Pois é, Chris Rock. Fica pra próxima.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s