CREED

creed-movie-images-jordan-stallone

Creed é emocionante. O filme sabe dosar bem momentos de drama, sem apelar para a pieguice, e momentos de ação, cheios de energia.

O diretor Ryan Coogler mostra muita habilidade em criar um atmosfera verossímil, que te deixa ligado na tela o tempo todo, usando fotografia, montagem, efeitos sonoros e música, numa pegada bem contemporânea. Mas não é videoclipe. A direção das lutas é incrível por colocar o espectador quase em primeira pessoa, em planos-sequência muito bem coreografados, que não parecem “encenados”, artificiais.

O filme a todo instante faz referência à franquia Rocky. Mas os elementos do passado são integrados à trama de uma maneira bem mais orgânica do que em O Despertar da Força, por exemplo.

Além de um empolgante filme de boxe, Creed é um tocante drama familiar, que não deixa de ser divertido também, com um humor ora leve, ora bem safadinho.

O trio principal está muito bem (Stallone, Michael B. Jordan e Tessa Thompson). B. Jordan tem muita presença física, carisma e um arco complexo. Tessa Thompson interpreta uma personagem cheia de atitude. E não vejo Stallone tão bem acho que desde o primeiro Rocky. Ele está atuando mesmo, e não fazendo pose de astro de Hollywood. Esse é um Rocky frágil, ainda ingênuo, mas cheio de experiência sobre boxe, sobre a vida.

O tema clássico de Rocky toca apenas uma vez durante o filme. E é de arrepiar.

Creed – Nascido para Lutar (Creed, 2015), de Ryan Coogler, 133 min., New Line Cinema

AVALIAÇÃO: RUIM, REGULAR, BOM, MUITO BOM, EXCELENTE

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s