ORIENTE MÉDIO FANTÁSTICO

download

Muitas vezes os catálogos das editoras escondem livros que merecem atenção. É o caso dessa novela do veterano autor nacional Carlos Orsi.

O livro se inspira na obsessão europeia pelo mundo árabe, muito em voga nos séculos 18 e 19. Governos e mercenários buscavam as riquezas materiais, e os artistas a beleza e a sabedoria milenares. Ou seja, os sentimentos pelos povos e culturas daquela região misturavam preconceitos e romantismo. Poucos estrangeiros procuraram entender de fato a dinâmica complexa, rica e multifacetada do oriente islâmico.

Na ficção, uma obra do período que ganhou fama de cult e maldita foi o romance Vathek, escrito pelo inglês William Beckford. Este livro curto e intenso nunca foi esquecido, ganhando a admiração de nomes como Byron, Lovecraft, Clark Ashton Smith, Borges e mais recentemente Roberto Bolãno.

ArquivoExibir (1)

Vathek é um produto do romantismo europeu, mas com um elemento novo, à época. A exploração do tema gótico, com seu clima sobrenatural, comum ao romantismo, é transportada para o ambiente exótico do mundo árabe. Referências culturais, mitológicas e religiosas dos povos do deserto são adaptadas a uma história de terror europeia.

Vathek pode inclusive ser considerada uma obra preconceituosa por mostrar o árabe (essa generalização), acima de tudo, como um povo místico e devasso. Mas o que dificulta a total condenação do romance é a beleza e a força do texto. Para fãs de terror, este livro é um dos mais perturbadores. Para os amantes da literatura em geral, o livro é um dos mais instigantes, criando um mundo fascinante e sombrio.

Ao lermos As Dez Torres de Sangue, a referência a Vathek se torna imediata. Não que a novela de Orsi seja uma mera cópia. O autor brasileiro com certeza leu Vathek, tomando-o como inspiração. Sua história faz ligação entre Brasil, Portugal e o mundo árabe. Depois de sofrerem um naufrágio, um nobre português, sua irmã e um mercenário francês caem nas garras de um homem do deserto. A partir daí, começa uma aventura por terras estranhas.

O que a princípio se mostra como uma trama realista, apenas histórica, logo revela seu componente fantástico.

O texto é muito agradável de ler. A trama é movimentada, cheia de reviravoltas, algumas convincentes, outras não. Mesmo com sua carga de mistério e horror, não chega a ser tão sombrio quanto Vathek. Tem um clima de aventura de Sessão da Tarde, de filmes com efeitos especiais do mestre do stop-motion Ray Harryhausen.

golden-voyage

O maior problema do livro é que ele não subverte a lógica colonialista de por o europeu no centro das atenções. Protagonistas brancos são a esperança para resolver uma agenda local, problemas que os próprios árabes deveriam ter a capacidade de solucionar.

O livro vale a pena por seu ritmo e pelos melhores momentos de interação dos personagens. É algo que se lê de um fôlego só.

As Dez Torres de Sangue, de Carlos Orsi, 96 págs., Draco.

AVALIAÇÃO: BOM

Anúncios

2 comentários

  1. Sick Mind · julho 4, 2015

    Dizem que Orsi é um baita escritor, infelizmente ainda não tive oportunidade de ler suas obras.

    Curtido por 1 pessoa

    • ricardoescreve · julho 4, 2015

      Também levei um tempão pra conhecer a obra dele. Comecei por esta novela. Agora quero ler mais uns dois ou três livros nos próximos meses.

      Curtido por 1 pessoa

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s